Sem categoria

Dream Chaser dá um passo mais perto do primeiro lançamento

O Dream Chaser da Sierra Space deu um passo mais perto de seu tão esperado primeiro voo ao ligar seus sistemas em um teste chave.

A empresa anunciou em 31 de maio que ligou o avião espacial em sua instalação de montagem pela primeira vez, alimentando o veículo com energia elétrica que, no espaço, seria gerada por seus painéis solares e ligando computadores de vôo e outros componentes.

“Este é um marco que aponta para o futuro e é um momento chave em uma longa jornada para o Dream Chaser”, disse Tom Vice, diretor executivo da Sierra Space, em comunicado sobre o teste.

O teste ocorre enquanto a empresa se prepara para enviar o primeiro Dream Chaser, chamado Tenacity, para a Neil Armstrong Test Facility da NASA em Ohio, a antiga Plum Brook Station. Lá, a espaçonave passará por testes de vácuo térmico antes de ser enviada para Cabo Canaveral para os preparativos finais de lançamento.

A Sierra Space não divulgou um cronograma para esses marcos no anúncio do teste de inicialização. Falando durante um painel no 38º Simpósio Espacial em abril, Janet Kavandi, presidente da Sierra Space, disse que o Dream Chaser seria enviado para a instalação de teste “no prazo de julho”.

Ela disse que o veículo seria testado lá por alguns meses antes de ser enviado para a Flórida. “Devemos estar prontos até o final deste ano”, disse ela sobre os planos de lançamento do Dream Chaser.

ESPAÇO: 'Tenacity', o primeiro Dream Chaser operacional da Sierra Nevada

Esse cronograma dependerá não apenas da prontidão do Dream Chaser, mas também do manifesto de missões indo para a Estação Espacial Internacional, bem como do status do foguete Vulcan Centaur da United Launch Alliance. O Dream Chaser está programado para ser lançado na segunda missão Vulcan, após o lançamento de um módulo lunar Astrobotic que caiu para o final deste verão devido a problemas nos testes do veículo de lançamento.

Leia:   Rocket Lab lança primeira versão suborbital do Electron

Em preparação para esse lançamento, o astronauta da NASA Jasmin Moghbeli e o astronauta da JAXA Satoshi Furukawa treinaram recentemente nos sistemas Dream Chaser, incluindo como transferir carga entre a espaçonave e a ISS. Moghbeli e Furukawa são designados para a missão Crew-7, programada para ser lançada na estação em meados de agosto, permanecendo lá até fevereiro de 2024.

O Dream Chaser será inicialmente usado para transportar carga de e para a ISS por meio de um contrato de Serviços de Reabastecimento Comercial com a NASA. A Sierra Space, porém, está planejando outras aplicações para o veículo, incluindo uma versão tripulada. Essa variante do DC-200 será um pouco maior e terá uma linha de molde externo ligeiramente diferente, disse Kavanadi na conferência.

Em preparação para os futuros voos tripulados, a Sierra Space planeja selecionar seu próprio corpo profissional de astronautas. “Faremos isso após o primeiro pouso bem-sucedido do Dream Chaser”, disse ela, com um grupo inicial de 12 a 15 pessoas.

Esses astronautas serão treinados em uma instalação que a empresa está estabelecendo na Flórida, que também será usada para treinar pesquisadores e outros astronautas privados que planejam ir para Orbital Reef, a estação espacial comercial Sierra Space está desenvolvendo em parceria com a Blue Origin e várias outras empresas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo