DadosReviewSegurançaTendencia

Meta implementa novas atualizações para anunciantes da UE, de acordo com os requisitos em evolução

Se você executar anúncios no Facebook ou Instagram usando segmentação ‘mundial’ ou segmentando especificamente o público da UE, em breve precisará atualizar seus processos de segmentação de meta anúncios .

De acordo com a Lei de Serviços Digitais da UE (DSA) , que agora exige que a Meta forneça mais informações sobre a segmentação de anúncios, a Meta adiciona novos elementos quando a segmentação da UE é selecionada, o que solicitará aos anunciantes que especifiquem um ‘beneficiário’ e um ‘pagador’ para cada campanha.

Conforme meta :

 Como parte de nossos esforços para criar transparência para empresas e pessoas e para responder aos regulamentos da UE, exigiremos que os anunciantes designem quem se beneficia de seus anúncios (beneficiário) e quem está pagando por seus anúncios (pagante) para todos os anúncios do Facebook e Instagram anúncios que segmentam a UE, territórios associados ou selecionam global/mundial.”

Atualização de metaanúncios

Como você pode ver neste exemplo, agora, ao selecionar um público da UE, serão exibidos esses novos campos e você terá que escolher uma resposta para cada um.

As informações sobre ‘pagador’ e ‘beneficiário’ são projetadas para facilitar mais informações sobre a origem de cada anúncio do Facebook e IG – o que, na maioria dos casos, fará com que você simplesmente adicione o nome da sua empresa em ambos os campos.

Embora existam regulamentos específicos sobre isso, é importante que os anunciantes entendam o novo requisito conforme descrito pela equipe da Meta .

Você pode ler mais sobre os requisitos atualizados aqui .

A Meta’s também anunciou algumas novas atualizações para sua API de Marketing , em linha com o mesmo, o que significará que os desenvolvedores precisarão atualizar o uso da API.

Leia:   Google I/O 2023 — o futuro da IA ​​e dos produtos Google

“Essas informações serão exigidas em todas as plataformas de criação de anúncios a partir de 21 de junho. Até o final de agosto, as informações do beneficiário e do pagador serão exibidas na Biblioteca de anúncios e na API da Biblioteca de anúncios para todos os anúncios criados a partir de 22 de junho de 2023. e que impressionam a UE ou territórios associados.”

A atualização marca a mais recente mudança regulatória para anúncios online, que já viu a Meta enfrentar multas pesadas por não conformidade com elementos específicos de seus códigos em evolução.

De fato, no mês passado, a Meta foi multada em € 1,2 bilhão – equivalente a US$ 1,3 bilhão – por transferir dados de usuários da UE de volta para os EUA sem permissão explícita ou proteções adequadas em vigor.

Os reguladores da UE continuam pressionando por mais transparência e opções de controle para os usuários e, a cada atualização, a Meta precisa evoluir seus sistemas de acordo, ou arriscar penalidades semelhantes no futuro.

É outra ruga no processo de anúncios Meta, que afetará todas as marcas que comercializam para usuários da UE.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo